Steven

Harper

OLIMPÍADAS

Sapateador, coreógrafo, professor e produtor, é um dos principais incentivadores da arte do sapateado no Brasil. Residente no Rio de Janeiro desde 1991, é uma figura requisitada nos palcos e nas salas de aulas do país. Lecionou e se apresentou em 11 países da América Latina, América do Norte e Europa.

Abriu caminho para o sapateado em eventos de grande repercussão, como no Festival de Jazz de Montreux, na Suíça (2000), o Festival Back 2 Black (2009, com a cantora Mart’nália), o desfile de carnaval do Rio de Janeiro (2011, coreografando um carro alegórico com 40 sapateadores para o Salgueiro), o festival Rock in Rio (2011, palco Rock Street) e Rock in Rio-Lisboa (2012).

Criou diversos espetáculos, apresentados nos quatro cantos do Brasil, como Preto e Branco (com Mauricio Silva, 1992-1996), Jungle Tap (com o contrabaixista Bruce Henri, 1996-2010), Zus Catatrus (com, dentre outros, o baterista Robertinho Silva), Jimmy (com a bailarina e sapateadora Adriana Salomão), Tririmbau (com o percussionista Carlos Negreiros) e, o mais recente, Saguibatu (com Adriana Salomão e os músicos Mark Lambert, Jimmy Duchowny e Pedro Aune).

Dirige ainda a Companhia Steven Harper, coordena o ensino de sapateado no Centro de Artes Nos da Dança, no Rio de Janeiro, organiza, junto com Adriana Salomão, o festival Tap in Rio, e é membro da Comissão Artística de Sapateado do Sindicato do Profissionais de Dança do Rio de Janeiro (SPDRJ). Publicou em 2015 o livro “Profissão bailarino: Raio-X de uma paixão.

MÍDIAS SOCIAIS
CURTA!
FALE CONOSCO