Ana Gori

Tap dancer, codiretora da cia Black’s on Tap (a 1º cia preta de tap dance do Brasil), codiretora do festival Barulhinho Meu. Compõe a governança do Fórum Brasileiro de Sapateado do Brasil. Professora de tap dance, produtora cultural, pesquisadora das bases históricas do tap dance, estudiosa da filosofia Africana e cinema afrofuturista. Ativista do movimento preto nas danças. Ministra palestras sobre a história do tap dance, o corpo político e racismo estrutural.